Imagem do Post

Carnaval no condomínio: 6 dicas para se preparar


Postado em 17/02/2020

Se você é brasileiro, com certeza já ouviu alguém dizer que o ano só começa depois do carnaval. Cada vez mais é possível ver o número de bloquinhos aumentando. Em 2020, foram 644 blocos registrados na cidade de São Paulo, segundo a Prefeitura Municipal. O feriado é marcado pela folia, mas é preciso se atentar quando o assunto é carnaval no condomínio.

Muitos empreendimentos são localizados em locais que servem de rota para os blocos de carnaval. Pensando nisso, separamos seis dicas sobre carnaval no condomínio. Sendo você morador ou síndico, é preciso estar preparado para esse grande evento! Confira:

1 - Esteja atento à segurança

Como falamos no início do post, alguns condomínios ficam localizados em regiões que são rotas para os bloquinhos de carnaval. Sendo assim, é preciso redobrar a atenção nas áreas em que o empreendimento faz fronteira com a rua. Cheque as câmeras de segurança com frequência e dê destaque para a portaria (falaremos mais sobre o assunto ao longo do post). Se quiser saber mais sobre segurança em condomínio, acesse nosso conteúdo sobre o assunto clicando aqui.

2 - Prepare-se para festas de carnaval no condomínio

Algumas pessoas preferem comemorar o carnaval no conforto de suas casas. Sendo assim, é provável que aconteçam algumas festas de carnaval no condomínio. Se você é essa pessoa, atente-se à lei do silêncio vigente em sua cidade e evite multas e desentendimentos com outros condôminos.

Nesses casos, também exija ao morador que disponibilize uma lista de convidados  com nome e documento na portaria do condomínio. Assim, o porteiro consegue realizar melhor o controle de entrada e saída de não-condôminos. Lembre-se de destacar para o profissional, a importância da atenção reforçada na entrada e saída de carros, para pessoas estranhas não entrem no empreendimento.

Se você não gostas de festas, tente relevar! Porém, se perceber que o barulho está passando dos limites, comunique à portaria e o síndico do condomínio. Se está preocupado quanto barulho dos bloquinhos, fique tranquilo! Todos devem acabar antes do término do horário permitido pela lei do silêncio.

3 - Uso das áreas comuns

Em complemento à dica anterior, fique atento quanto o uso das áreas comuns. O consumo de bebidas alcoólicas nesses espaços deve ser proibido. Porém, lembre de consultar o regimento interno do condomínio e destacar aos condôminos o local onde essa regra foi estipulada.

Em festas de carnaval no condomínio, é preciso conscientizar os moradores quanto ao uso das áreas comuns e locais internos do empreendimento para namorar. Lembre os condôminos que as câmeras dos espaços estarão ligadas. Assim, é evitado o constrangimento de ambas as partes.

4 - Locação por temporada no condomínio

Não apenas no carnaval, mas em feriados prolongados no geral, é comum que as pessoas viajem e busquem apartamentos temporários para se acomodar.

Sendo assim, prepare o empreendimento para receber locatários temporários no carnaval no condomínio. Solicitar aos proprietários que disponibilizem as informações dos moradores temporários na portaria do condomínio facilita o controle de segurança no espaço. Já falamos sobre o tema em nosso blog, confira aqui!

5 - Veja as rotas dos blocos

Sendo morador ou síndico, outro fator para se preocupar caso as rotas do blocos de carnaval passem pela região do condomínio, é o acesso às ruas do empreendimento. Verifique o horário de bloqueio das vias e evite sair ou chegar de automóveis nesses momentos. Uma boa dica, é disponibilizar um mapa com as regiões bloqueadas para os moradores. Se você é de São Paulo, pode conferir a rota no site da CET.

6 - Converse com os moradores

Por fim (e talvez um dos mais importantes): converse com os moradores! Trazê-los para perto, faz com que o engajamento deles aumente em relação a essas regras e recomendações. Busque ouvir as dúvidas e sugestões e transformá-las em ações para o condomínio!

Disponibilize dicas para quando forem viajar, como, por exemplo, desligar o gás e fechar as janelas do apartamento. Deixar um contato com o porteiro ou zelador também garante a tomada de decisão mais ágil em situações de emergência.

Gostou das nossas dicas sobre carnaval no condomínio? Compartilhe em suas redes sociais nos botões ao lado e continue acompanhando os conteúdos do blog da LAR!