Administradora de condomínios - Lar.app

Como combater a inadimplência em condomínio agora mesmo


Postado em 06/03/2020

Imagine seu condomínio. Crie um cenário onde nenhum dos moradores pagam a taxa condominial. Pronto, você está morando em um empreendimento que está prestes a falir. Esse cenário pode parecer irreal, mas uma alta taxa de inadimplência em condomínio é um grande vilão para a saúde financeira de qualquer conjunto.

Segundo o Serasa Experian, em Março de 2019 o número de consumidores inadimplentes no Brasil chegou a 63 milhões. Isso representa 40,3% da população brasileira. Uma pesquisa realizada pelo SPC Brasil identificou que em 2018, 6% dos brasileiros apontaram a taxa condominial como uma das contas em atraso. Tendo esses fatores em vista, fica fácil entender que combater a inadimplência no condomínio é um grande desafio dos síndicos e administradoras. Veja como combater esse índice em seu condomínio:

Como evitar a inadimplência em condomínio

Pensando em facilitar a vida do síndico, separamos algumas dicas para combater a inadimplência em condomínio. Confira:

Acompanhe as contas do condomínio

Antes de tudo, você saber que para que o condomínio tenha um caixa saudável, é necessário acompanhar as contas do empreendimento em tempo real. Ou seja, quanto mais rápido o síndico identifica possíveis fatores prejudiciais à saúde do condomínio, mais rápido ele pode agir.

Converse com os moradores

Assim que identificar as unidades inadimplentes, entre em contato com os moradores. Não espere a dívida ficar gigante. Isso só prejudica o condomínio e dificulta a conciliação. Muitas vezes, os condôminos esquecem de pagar a taxa condominial e esse é o motivo que os tornam inadimplentes.

Sendo assim, busque entender a situação dos moradores e evite uma grande taxa de inadimplência no condomínio.

Tente negociar...

Segundo o Código de Processo Civil, é possível acionar a justiça após um mês de atraso do pagamento da taxa de condomínio. Porém, o mais indicado é que se entre em um acordo extrajudicial com o inadimplente.

Com isso, o síndico facilita o processo, têm menos dor de cabeça e pode criar uma boa relação o condômino.

...Caso não seja possível, inicie o processo

Se as tentativas de conciliação não forem efetivas, é hora de queixar-se sobre a dívida. Nesse momento, o condomínio envia o nome do inadimplente para o principais órgãos de proteção de crédito. É provável que o condômino sinta-se pressionado.

Contudo, se ainda assim o morador não quitar seu débito com o condomínio, o síndico deve acionar a justiça.

Fazendo a cobrança judicialmente

Mesmo depois de todas as tentativas, se o morador não deixar de ser inadimplente, é preciso acionar a justiça. Esse processo deve ser feito por um advogado. Caso o juiz comprove que a dívida existe, o morador inadimplente terá 72 horas para pagar as taxas em atraso ou nomear seus bens a serem penhorados.

Conscientize os moradores

A comunicação constante com os moradores é uma forma de mantê-los engajados quanto aos assuntos do condomínio. Sendo assim, os conscientize sobre as consequências de uma alta taxa de inadimplência em condomínio.

Mostrar para os condôminos a influência da taxa de condomínio na saúde financeira do empreendimento é uma forma simples de garantir maior aderência na hora do pagamento do condomínio!

Inadimplência em condomínio: outras dicas

Quando falamos sobre combater a inadimplência em condomínio, precisamos lembrar de algumas questões:

Busque ajuda profissional

Quando for necessário fazer acordo com moradores, sempre busque apoio da administradora do seu condomínio ou de um advogado, caso a administradora não possuas uma área jurídica especializada.

Sendo assim, o síndico e o condomínio ficam assegurados que estão realizando o processo dentro da lei.

Seja transparente…

Como falamos anteriormente, seja transparente e não espere o morador inadimplente atrasar 3 ou 4 mensalidades para notificá-lo. Assim, a conciliação fica mais fácil, pois os juros serão menores.

Além disso, quanto menos moradores inadimplentes, melhor, não é mesmo? Com todos condôminos pagando as taxas condominiais em dia, o caixa do condomínio fica saudável!

Garanta a privacidade dos inadimplentes

Durante a prestação de contas do condomínio na assembleia, é comum que o síndico informe aos moradores quantas unidades estão inadimplentes. Porém, é necessário garantir que o nome das pessoas sejam resguardados.

Assim, o síndico garante que os moradores inadimplentes não se sentirão constrangidos. E, ao fim do dia, esse também é um fator que garante a aderência dos moradores no momento do pagamento das taxas condominiais.
Gostou do nosso conteúdo sobre inadimplência em condomínio? Acesse nosso e-Book “Inadimplência em condomínio: teoria e prática para diminuir o índice” e saiba tudo sobre o assunto!