por-que-e-preciso-fazer-auditoria-em-condominio-larapp

Por que é preciso fazer auditoria em condomínios?

Até quem não mora em um condomínio sabe. Por conta do pagamento de taxas, cotações de reformas e até mesmo a contratação de funcionários e prestadores de serviço, o fluxo de dinheiro que passa pelo alojamento é grande. E uma ferramenta essencial para descobrir se esse controle ocorre de maneira íntegra e assertiva é a auditoria em condomínios.

Síndico, conselho fiscal ou a própria administradora podem estar gerenciando o empreendimento de modo prejudicial. Além disso, não é incomum ouvir falar de alojamentos que foram vítimas de fraudes e, até mesmo, desvio de dinheiro. Dessa forma, fique atento! No post a seguir vamos falar de todos os benefícios da auditoria em condomínios. Confira:

Problemas que a auditoria em condomínio pode evitar

Quando não existe uma fiscalização rigorosa dos gastos em seu condomínio, o empreendimento pode abrir espaço para que fraudes e outras atividades ilegais aconteçam. Alguns exemplos dessas movimentações são:

  • Saques realizados sem justificativa;
  • Recebimentos de proventos não comprovados por meio de notas fiscais;
  • Apresentação de notas fiscais frias (comprovantes que não representam operações realizadas de forma efetiva).

Essas são apenas algumas das atividades corruptas que podem ser feitas pela administradora, síndico ou conselho fiscal. A boa notícia é que a auditoria em condomínios pode colocar um fim nesses problemas!

Se uma das fraudes destacadas acima for descoberta, é necessário prosseguir com uma ação judicial para averiguar os fatos. Se a atitude corrupta for comprovada, as pessoas envolvidas sofrem com as sanções da lei e são cobradas judicialmente.

Tipos de auditoria em condomínio

Na maioria dos casos, a auditoria condominial é solicitada pelo síndico ou conselho fiscal do empreendimento. Existem dois tipos principais:

  • Auditoria investigativa de condomínio: esse processo acontece quando existem dúvidas sobre a honestidade do gerenciamento das contas do alojamento. Por isso, essa ferramenta consiste na averiguação de provas de fraudes e desvios de recursos;
  • Auditoria condominial preventiva: o ditado popular diz que é melhor prevenir do que remediar. Por isso, esse tipo de auditoria busca encontrar possíveis equívocos na contabilidade e administração de condomínio. Assim, é uma ótima alternativa para empreendimentos que buscam redução de gastos e aumento da eficiência.

Benefícios da auditoria em condomínios

Além dos ganhos destacados anteriormente, existem outros benefícios da auditoria realizada de modo correto. Veja os principais exemplos:

  • Avaliação das contas do condomínio: por meio da análise, é possível acompanhar melhor cada gasto. Afinal, durante essa tarefa, fica mais fácil perceber se algum recurso vem sendo utilizado de modo ineficiente;
  • Auxílio de especialista: a auditoria em condomínios deve ser realizada por profissionais especializados. Desse modo, contratando uma, você tem acesso à recomendação de um especialista, que pode auxiliar os próximos passos do condomínio;
  • Análise da gestão: a ferramenta ainda funciona como um indicador importante da qualidade do gerenciamento realizado pela administradora, síndico e conselho fiscal. Dessa forma, por meio da auditoria em condomínios, fica mais fácil avaliar a administração e tomar decisões assertivas no futuro;
  • Fim das fraudes: a auditoria ainda coloca um ponto final em qualquer atividade ilegal que acontece nas contas do seu condomínio. Assim, é possível se certificar que o empreendimento seja gerenciado de modo honesto e transparente.

Morador pode pedir a auditoria em condomínios?

Sim! Se você reside em um condomínio e desconfia de qualquer atividade ilegal por parte do conselho fiscal, administradora ou síndico, recorra a auditoria investigativa. Veja como proceder:

  • O primeiro passo é buscar o diálogo com os envolvidos. Dessa maneira, prepare alguns questionamentos sobre como o dinheiro vem sendo gerenciado no condomínio e converse com os responsáveis;
  • Se você não se sentir convencido sobre a transparência dos envolvidos, peça a auditoria em condomínio para o síndico;
  • Se seu pedido for negado, é preciso recorrer a uma assessoria especializada ou contador independente. Desse modo, se mostra necessário pedir a ajuda de outros moradores para a solicitação de análise dos gastos do empreendimento;
  • Faça um abaixo-assinado para discutir o tema em uma reunião da assembleia do condomínio. Sendo maioria, os moradores podem solicitar a auditoria sem o consentimento do síndico, conselho fiscal ou administradora;
  • A empresa ou profissional escolhidos devem estar registrados no Conselho Regional de Contabilidade;
  • A auditoria em condomínios deve ser realizada por uma entidade independente. Ou seja, pessoa física ou jurídica sem qualquer tipo de vínculo com o alojamento.

Gostou de aprender um pouco mais sobre auditoria em condomínios? Se sim, compartilhe esse conteúdo nas suas redes sociais!